[Opinião] Lago Perdido - Sarah Addison Allen





Título Original: Lost Lake
Tradução: Inês Castro
Editora: Quinta Essência
Páginas: 280
Classificação: 4/5





Sinopse
A primeira vez que Eby Pim viu Lago Perdido foi num postal. Apenas uma fotografia antiga e algumas palavras num pequeno quadrado de papel pesado, mas quando oviu soube que estava a olhar para o seu futuro.
Isso foi há metade de uma vida. Agora Lago Perdid está prestes a deslizar para o passado de Eby. O seu marido George faleceu há muito tempo. A maior parte da sua exigente família desapareceu. Tudo o que resta é uma velha estância de cabanas outrora encantadoras à beira do lago a sucumbirem ao calor e à humidade do Sul da Georgia, e um grupo de inadaptados fiéis atraídos para Lago Perdido ano após anos pelos seus próprios sonhos e desejos.
É bastante, mas não o suficiente para impedir Eby de abrir mão de Lago Perdido e vendê-lo a um empreiteiro. Este é por isso o seu último verão no lago…até que uma última oportunidade de reencontrar a família lhe bate à porta.


Opinião
Sarah Addison Allen tornou-se, quando li o seu primeiro livro, a minha escritora preferida deste género literário. Sei que, qualquer livro que ela escreva, vai ser um romance simples, mágico, com uma história bem construída, personagens reais, e uma escrita fluída. Este livro não desiludiu. Todas as características que adoro nesta escritora estiveram presentes nestas páginas.

Esta história é centrada numa personagem feminina, Kate, que se vê num dos piores momentos da sua vida – o seu marido morreu e tem uma filha pequena, Devin, para criar. Após um longo período em que se deixa dominar pela dor, Kate acorda e vê-se obrigada a enfrentar novamente o “mundo real”. Por magia, acaba por ir se encontrar com uma tia-avó, Eby, que também se encontra, nessa mesma altura, com alguns problemas. As duas acabam por se apoiar uma à outra, e vêem que, entre elas, existe um elo de ligação muito forte (mais forte do que o que sentiam com outras pessoas de família).
A componente de magia está sempre presente nos livros desta escritora. Este não foi excepção – existem personagens mágicas, objectos mágicos, e existe uma magia superior a tudo isto – o amor. E é o amor (também me refiro à verdadeira amizade), juntamente com uma pitada de magia, que consegue resolver todas as situações complicadas na história e consegue encaminhar as personagens para um caminho seguro.

Uma história muito bem conseguida, redigida de uma forma simples e apelativa. Adorei a Devin, pela sua inocência e criatividade (características que todas as crianças deveriam ter), tal como adorei a Lisette, por ser a personagem mais enternecedora de toda a história (senti, desde o início, um imenso carinho por esta personagem). Estas duas personagens são tão mágicas como toda a história.

Só posso dizer que gostei muito do livro, e que aconselho a todos aqueles que estão à procura de um romance mágico para ler.

Comentários

  1. Olá!

    Quando vi este livro pela primeira vez fiquei curiosa. Ainda não tinha lido nenhuma opinião deste livro. Agora fiquei com mais vontade de o ler.

    Beijinhos e boas leituras!

    ResponderEliminar
  2. Olá Isaura,

    Já li todos os livros desta escritora. Este não é o meu preferido, mas todos eles são do mesmo género. Se gostas de romances simples com uma pitada de magia, dá uma oportunidade a esta escritora. :)

    Beijinhos e boas leituras.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário