[Opinião] Livro sem Ninguém - Pedro Guilherme-Moreira



Editora: D. Quixote - Leya
Páginas: 157
Classificação: 3/5
“Finalista do Prémio Leya”







Sinopse
Na rua do arco-celeste há sete casas, cada uma de sua cor; e também um café, uma horta, um jardim, uma florista, uma sucata e uma escola. Mas, embora lá vivam pessoas – que frequentam o café, trabalham na horta, lêem no jardim, oferecem flores a quem ama, se desembaraçam dos seus trastes ou jogam à bola no recreio -, esta história é contada apenas pelas coisas que lhes pertencem à medida que vão mudando de lugar, e por isso o livro é sem ninguém. Ainda assim, durante este ano extraordinário, acontece de tudo na rua: há quem se apaixone e quem se separe, quem nasça, quem morra, quem mate e até, quem, depois do trauma, comece uma vida nova. Mas, como em todas as ruas, havemos de encontrar nesta preconceitos, dúvidas, alegrias, segredos e desgostos. Enquanto isso, o tempo vai passando sem darmos por ele, mas a montra da florista e o que se colhe ou semeia na horta nunca nos deixam perder do mês em que estamos.


Opinião
Este livro prima pela sua originalidade.
Uma história em que o protagonista é a rua – as suas casas, as movimentações, os objectos que a “povoam”. Não existe um único diálogo, e não existem descrições das pessoas ou da vida das pessoas, mas o leitor, com base nas informações dadas sobre as movimentações na rua – chegada de carros, janelas abertas, quantidade de roupa a secar, anúncios que aparecerem no café – consegue criar uma história, ou histórias, sobres os habitantes da rua, como também das festividades e as épocas do ano. É também curioso ver, como é que num livro em que são dadas apenas descrições, podemos ver o preconceito, questões homossexuais, acidentes trágicos, entre outros coisas, sem termos diálogos ou protagonistas.
A escrita é muito original, visto que é predomina a descrição, com pequenos toques poéticos à mistura. É uma escrita clara, mas não se torna um livro muito leve, devido ao esforço mental que o leitor necessita fazer constantemente para “criar” a história na sua mente.

Se gostam de livros originais, este é um deles.

Previous
Next Post »

4 comentários

Write comentários
Denise
AUTHOR
25 de junho de 2014 às 15:10 delete

Absolutamente original e de uma enorme sensibilidade.

Gostei imenso deste livro!

:)

Beijinhos e boas leituras

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
26 de junho de 2014 às 12:20 delete

Andamos em sintonia Denise :)
Eu gostei bastante do livro, mas para o final já estava um bocadinho cansada da forma como estava escrito. De certa forma, estava à espera que aparecessem diálogos, ou que a história se desenrolasse de uma forma mais rápida...
Beijinhos

Reply
avatar
Numa de Letra
AUTHOR
9 de dezembro de 2014 às 08:28 delete

Gostei.

http://numadeletra.com/livro-sem-ninguem-de-pedro-guilherme-58204

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
19 de dezembro de 2014 às 17:17 delete

Ainda bem que gostaste "Numa de Letra". Já vou visitar o teu blog.
Boas leituras e Feliz Natal

Reply
avatar

Mensagens populares