De que são Feitos os Sonhos - Melissa Senate




Título Original: The Love Goddess’ Cooking School
Editora: Noites Brancas
Páginas: 314
Classificação: 4,5/5 - Gostei mesmo muito






Sinopse
Quando Holly Maguire herda a “Camilla’s Cucinotta”, a escola de cozinha italiana da avó, dezasseis alunos inscritos no curso de culinária desistem. Afinal, Holly não é Camilla, conhecida por ser a “deusa do amor”, cujos molhos secretos possuem propriedades afrodisíacas e cujas adivinhações têm o poder de mudar a vida dos seus alunos. Holly é uma mulher de trinta e dois anos, desencantada com a vida, que nem sequer sabe cozinhar. Mas depois da morte da avó, decide manter vivo o seu legado. Armada do caderno de receitas de Camilla, Holly acolhe os novos alunos: Mia, uma menina desesperada por aprender a cozinhar para impedir o pai de casar com a namorada imbecil; Juliet que chora a filha perdida; Simon, que se esforça por ser um pai presente para a filha depois do divórcio; e Tamara, que anseia pelo verdadeiro amor. Todas as receitas de Camillla incluem desejos e memórias, tristes ou doces. Misturando desejos ardentes e memórias agridoces com molhos apetitosos e deliciosos pratos italianos, Holly e os seus alunos acabam por criar as suas próprias receitas para a felicidade e descobrir que, afinal, o futuro pode ser bem doce…

Opinião
Comprei este livro na Feira do Livro de Lisboa, numa promoção da editora em que podia trazer 3 livros e pagar apenas 2. Escolhi logo dois livros, mas não sabia o que escolher mais. Com isto, o rapaz (muito simpático, na verdade) que estava na barraquinha da editora aconselhou-me este. A verdade é que o livro não me despertava assim tanto o interesse, principalmente porque tinha lido o livro “Julie e Julia” que só falava de receitas e comida (e que não gostei) e estava com receio que este fosse desse género. Estava mesmo muito enganada!

Adorei o livro!!!

A história é mágica, comovente, envolvente, romântica, que nos aconchega a alma e o coração. A escrita é fluída, simples, com as descrições necessárias e ideias super originais. A comida italiana está sempre presente, comida confeccionada numa cozinha revestida pelo tempo de recordações e memórias que eram utilizadas nas receitas. Nesta cozinha criaram-se laços poderosos de amizade e amor, entrega e apoio.
Desde o início gostei da Holly. Personagem com alguns problemas, principalmente amorosos, que herda a casa da avó e de repente tem de assegurar a continuação do seu legado. Mas, apesar do que era de prever, ela aprende a cozinhar assegurando a continuidade do nome da sua “nonna”, cria alguns laços de amizade e começa também a resolver os problemas do seu coração partido. Durante a leitura, houve uma cena que me tocou de uma forma especial. Holly começou a ler os diários da sua Avó, e a sua última entrada era, pura e simplesmente, a falar do amor que sentia pela sua neta, tal como a dizer que sabia que ela iria ser feliz, e que aquela casa (aquele legado) estava-lhe destinado. Só posso dizer que estas páginas estavam escritas de uma forma tão doce, comovente, repleta de amor, que me marcou mesmo.

Tenho também de fazer um comentário à edição. A capa é fantástica e o papel é de uma qualidade espectacular. Dá realmente prazer folhear um livro com umas páginas assim tão macias.

Um romance fantástico. Ficou entre os meus preferidos deste género. 
Previous
Next Post »

2 comentários

Write comentários
addle
AUTHOR
23 de julho de 2012 às 12:51 delete

Eu já vi este livro nas livrarias, várias vezes, mas nuna fiquei muito inclinada a comprá-lo. No entanto, já li tantas opiniões positivas sobre ele que acho que o vou ler bevemente :)

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
23 de julho de 2012 às 15:57 delete

Foi o que eu senti. Ele não me chamava muito a atenção. Não sei se será pelas cores escuras na capa ou assim...mas acredita que vale mesmo a pena ler! :)

Reply
avatar