E a Banda Continuou a Tocar - Christopher Ward





Título Original: And the Band Played On…

Editora: Civilização Editora

Páginas: 272

Classificação: 4/5 – Muito Bom







Sinopse
No dia 14 de Abril de 1912, o Titanic chocou contra um icebergue na sua viagem inaugural e afundou-se. Mil e quinhentos passageiros e tripulantes perderam a vida. Quando a ordem para abandonar o navio foi dada, a orquestra pegou nos seus instrumentos e continuou a tocar no convés. Ainda tocava quando o navio se afundou. O violinista de vinte e um anos, Jock Hume, sabia que a sua noiva, Mary, estava grávida do primeiro filho – a mãe do autor.
Cem anos mais tarde, Christopher Ward revela uma dramática história de amor, perda e traição, e o catastrófico impacto da morte de Jock em duas famílias escocesas muito diferentes. Ward pinta um retrato vivo de uma época em que a classe social determina o modo como se vivia…e morria. Uma espantosa obra de pesquisa histórica, é também um relato comovente de como a demanda do autor para saber mais sobre o avô revelou a chocante verdade sobre a família que ele julgava conhecer, uma verdade escondida durante quase cem anos.

Opinião
Um livro digno de ser lido.

O que mais me surpreendeu quando comecei a ler este livro foi o facto de o autor não querer mostrar como foi a viagem do Titanic na sua primeira e última viagem, o embate do navio no icebergue, mas mostrar como chegaram os corpos a terra e aos respectivos familiares, e como a morte de um dos tripulantes do navio modificou para sempre a vida de duas famílias.
Relatos surpreendentes sobre a forma como foram tratados os corpos encontrados no mar, em que as pessoas de alto estrato social eram embalsamadas e colocadas em caixões, enquanto as restantes pessoas, consideradas inferiores, eram apenas colocadas num grande tanque de gelo, embrulhadas em pano; enquanto os corpos não chegavam ao continente, as famílias ficavam na ignorância durante dias; quando chegaram os corpos, para serem reencaminhados para famílias que moravam noutros países, a empresa enviava para os familiares uma carta a indicar que o seu ente querido tinha morrido, juntamente com os custos que estes teriam de pagar se quisessem sepultar o seu ente querido na sua terra. Além disso, a maioria dos corpos foi sepultado no mar.

Em relação à história propriamente dita, é sobre a família do violinista da banda que morreu no Titanic. A sua noiva estava grávida e por não ser casada não iria receber nada dos vários subsídios que se arranjaram para familiares das vítimas do naufrágio. Felizmente conseguiu receber a quantia a que tinha direito, mas teve de levar à justiça a empresa e provar que o bebé era filho da vítima. Este incidente, juntamente com os vários problemas que o pai do violinista criou contra o próprio neto, surgem também outros problemas típicos de famílias disfuncionais, em que a mentira está sempre presente, casamentos mal sucedidos, filhos com problemas psíquicos, entre outros.

Uma história real, um drama intenso, um livro que mexe com os nossos sentimentos mais profundos, não por se tratar apenas de um dos grandes acidentes dos últimos séculos, mas por mostrar um acidente pode afectar, e até destruir, toda uma família.
Previous
Next Post »

4 comentários

Write comentários
10 de maio de 2012 às 12:06 delete

muito interessante, pareceu-me pela tua opinião.

O certo é que 100 anos depois do acontecimento, muitos livros irão aparecer nas livrarias, como estratégia de marketing dos editores.

Li "A tragédia do Titanic" da Presença e achei fabuloso também.

Se estiveres interessada em ler a minha opinião é só passares no silencios que falam.

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
10 de maio de 2012 às 16:37 delete

Pois é Miguel, com os 100 anos apareceram imensos livros sobre este acidente. Comecei a ler o livro, não por ser apenas sobre o Titanic, mas pro ser sobre um dos músicos que lá tocava. Eu sou da área da música clássica, por isso é que o livro me despertou tanto o interesse.

É um livro bastante pesado, mas merece ser lido.

Já vou visitar o teu blog para ver a tua crítica à "Tragédia do Titanic".
Boas leituras

Reply
avatar
12 de maio de 2012 às 21:20 delete

Este vou ler de certeza...
Sou fã do titanic e sempre achei que se fizeram imensas coisas à volta do naufrágio propriamente dito e nada sobre o depois... :)
Não sabia que existia.
*

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
12 de maio de 2012 às 22:05 delete

Pelos vistos existe! :) Mas a história é centrada principalmente nos problemas familiares do violinista que morreu no naufrágio. Mas claro que também descreve o que aconteceu depois do naufrágio! :)

Reply
avatar

Mensagens populares