O Jardim dos Segredos - Kate Morton





Título Original: The Forgotten Garden

Editora: Porto Editora

Páginas: 552

Classificação: 5/5 – Excelente







SinopseUma criança perdida: em 1913 uma criança é encontrada só, num barco que se dirigia à Austrália. Uma mulher misteriosa prometera tomar conta dela, mas desapareceu sem deixar rasto.
Um terrível segredo: no seu 21º aniversário, Nell Andrews descobre algo que mudará a sua vida para sempre. Décadas depois, embarca em busca da verdade, numa demanda que a conduz até à costa da Cornualha e à bela e misteriosa Mansão Blackhurst.
Uma herança misteriosa: aquando do falecimento de Nell, a neta Cassandra, depara-se com uma herança surpreendente. A Casa da Falésia e o seu jardim abandonado são famosos nas redondezas pelos segredos que ocultam – segredos sobre a família Mountrachet e a sua governanta, Eliza Makepeace, uma escritora de obscuros contos de fadas. É aqui que Cassandra irá por fim desvelar a verdade sobre a família e resolver o mistério de uma pequena criança perdida.


Opinião
Um livro que marca profundamente o leitor. Uma história que aborda os mais complexos sentimentos humanos. As personagens estão construídas de tal forma que quando o leitor acaba de ler o livro, elas continuam a acompanhá-lo durante vários dias. Uma história cheia de surpresas e reviravoltas, escritas por uma excelente contadora de histórias, que consegue manter o leitor na expectativa até ao final do livro.
A escritora divide a narrativa em 3 partes, sendo cada uma delas a história de cada uma das mulheres mencionadas acima. Conta a história de Nell Andrews e da sua epopeia para descobrir o passado que a tem andado a assombrar, a de Eliza Makepeace, uma escritora de contos de fadas com uma infância difícil e uma fase adulta ainda mais complexa, e a de Cassandra, neta de Nell, que vai juntando as peças deixadas pelas outras duas personagens para tentar descobrir qual era o segredo que a sua avó tentava desvendar. Apesar de serem histórias que se passavam em tempos e locais diferentes, a escritora consegue fazer essas passagens de uma forma muito clara, a juntar a uma escrita leve e simples, que faz com que seja impossível parar de ler.
Durante a história surgem alguns contos infantis da Eliza Makepeace que me pareceram tão reais que tive de confirmar se o livro de contos e a autora que aparece na história tinham realmente existido. Uma personagem tão intensa, com contos tão belos e profundos, que contribuíram para que o livro se torna-se absolutamente fabuloso.

Além das três personagens principais, houve um casal que me marcou profundamente. Estou a falar dos tios de Eliza Makepeace (que neste momento não me recordo dos nomes..). É um casal completamente disfuncional, em que o marido passa as horas vagas fechado numa câmara escura onde faz a única coisa que o ajuda a libertar-se do sofrimento que é o casamento, a fotografia. Não quer saber da sua filha que tem alguns problemas de saúde, ignora a mulher e vive principalmente das recordações de um passado que nunca poderá voltar a acontecer. A esposa também não é uma mulher exemplar, e muito menos uma mãe exemplar. As suas preocupações enquanto esposa são não mostrar as suas origens humildes aos criados, preocupando apenas com o que os outros pensam dela. Com a filha tem uma relação quase doentia de protecção, que se mantêm até na fase adulta. A juntar a estes factos, cada pessoa da família, ou as que a rodeiam, parecem ter uma tendência para tragédias e para percursos de vida realmente complicados.

Bem, só posso dizer que adorei o livro. A construção das personagens, o desenrolar da história, os pequenos pormenores que vão surgindo durante a leitura e que resultam num romance fantástico. Um livro que recomendo.

Previous
Next Post »

2 comentários

Write comentários
Jojo
AUTHOR
31 de março de 2012 às 18:23 delete

Adoro a escritora! Todos os seus livros são viagens fabulosas. Li O Segredo da Casa de Riverton e entre ele e este que leste ainda não descobri qual é o meu favorito:

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
1 de abril de 2012 às 00:15 delete

Tenho de ler mais livros desta escritora. É simplesmente fenomenal :)

Reply
avatar

Mensagens populares