Contos Espantosos - Colecção "Biblioteca de Verão"



Colecção Biblioteca de Verão

Páginas: 63

Classificação: 3/5




Este livro é constituído por 4 contos de autores muito conceituados.

As Tumbas de Saint-Denis – Alexandre Dumas
Um conto baseado numas escavações das sepulturas de Saint-Denis em 1793. Devido à profanação dos túmulos, algumas das pessoas envolvidas nas escavações temem ser amaldiçoados. O responsável por guardar as sepulturas durante a noite tem uma visão relacionada com uma coroação, que, bastantes anos mais tarde, se realiza. Um conto bem escrito, mas não possui uma história marcante.

A Cabeleira – Guy de Maupassant
Um homem que adorava mobília antiga, peças antigas, coleccionar de obras de antiquários, descobre numa escrivaninha que comprou uma peruca, e apaixona-se por ela e pela sua antiga dona. Devido a esta paixão, este homem é considerado louco, e é internado. Penso que foi o conto que mais gostei deste livro. A forma como está descrita a paixão do homem pela mulher, e pelo objecto que tanto o fascina, consegue transmitir o fulgor do coração e pulsar do sangue enquanto corre nas veias que uma pessoa sente com uma paixão tão avassaladora. Esse foi o factor mais marcante deste conto.

O Figurão Espanhol – Honoré de Balzac
Esta história passa-se na altura das invasões francesas. Um caso complexo em que um médico francês é “sequestrado” por militares de outra nacionalidade, com o objectivo de ele fazer o parto a uma mulher de um importante militar, que estava grávida de outro homem. Ele ajuda no parto, mas não pode ver o rosto da senhora, nem das duas pessoas envolvidas no seu “sequestro”, prometendo nunca contar esta história a ninguém. O médico acaba por ter uma série de favores sexuais com a militar que o tinha raptado. Com um final um pouco estranho, em que a história acaba por vir ao de cima, e os envolvidos, mortos. Gostei deste conto, apesar de ser ligeiramente confusa nalgumas partes.

O Barril de Amontillado – Edgar Allan Poe
Já tinha lido este conto no livro da editora Leya, “Histórias Extraordinárias”. É sobre um homem que se quer vingar de outro, por este o ter ofendido. Consegue atrai-lo com o pretexto de lhe dar a provar um grande vinho, o Amontillado. Acaba por levá-lo para as caves, prendendo num ponto distante, e, de seguida, empareda-o.

Gostei do livro, apesar de não me ter marcado. Penso que no geral não foi uma boa escolha na recolha dos contos. Parecia que não havia qualquer elo de ligação entre contos, apesar de se tratarem sempre de histórias “espantosas”. Talvez tenha sido impressão minha. Mas são autores bons, com uma escrita muito boa, e deu-me a sensação de que não consegui usufruir dessa escrita como deveria.
Previous
Next Post »

Mensagens populares