O Fio da Navalha [Um Livro, Um Filme]



Título original: The Razor's Edge
Ano: 1946
Género: Drama
Duração: 145 min.
Realização:
Edmund Goulding

Intérpretes:
Tyrone Power, Gene Tierney e John Payne







Um filme já antigo, mas muito bem conseguido e com boas interpretações. Um livro tão profundo como este é complicado passar para filme, mas conseguiram transportar para os ecrãs de cinema as ideias principais do autor.
As personagens foram muito bem escolhidas, apesar não imaginar o Elliott Templeton assim. Devido ao que li, criei uma imagem de um senhor muito mais bem disposto, mais risonho, mais hospitaleiro, apesar de manter sempre alguma distancia entre pessoas "importantes" e pessoas "menos importantes".
Penso que deram demasiada importância à personagem Sophie nos primeiros momentos do filme. No livro ela só aparece bem mais tarde, e é nessa altura que acontece um enquadramento na história. Terem-na colocado mais cedo, coloca-a mais importante do que realmente seria.
Larry mantém-se fiel ao livro quanto possível, e mostra todos os seus dilemas, e aquilo que ele consegue aprender e assimilar das suas viagens e leituras. Neste ponto, foi feito

um belíssimo trabalho.
Um filme já bastante antigo, mas muito agradável de ver, que aborda temas filosóficos relacionados com o "eu" e a importância de Deus.
Previous
Next Post »

4 comentários

Write comentários
vengerov
AUTHOR
6 de junho de 2011 às 16:03 delete

Assisti as duas versões, tanto a estrelada por Tyrone Power quanto a mais recente, com Bill Murray no papel principal, e posso dizer que ambas tem seus pontos positivos e
negativos em relação ao livro de Maughan. A primeira tem como destaque a presença do próprio escritor nó desenrolar do filme, o que não temos na versão mais moderna, a qual porém, apresenta uma dramaticidade mais envolvente, principalmente nos conflitos vividos pela personagem Sophie.
É isso;
Abraços!!!!
Marcos (marcos2367@hotmail.com)

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
6 de junho de 2011 às 18:25 delete

Olá Marcos.
Obrigada pelo teu comentário! Espero que continues a visitar o blog :)
Fiquei com vontade de ver o filme mais recente, nem que seja para puder comparar entre eles, e entre o livro.
Beijos

Reply
avatar
Joao henrique
AUTHOR
9 de junho de 2012 às 18:42 delete

Eu Já Li esse Livro Muitas Vezes, me apaixonei pelo enredo dele, mas nao assisti Nenhum dos Dois filmes, como poderia eu fazer pra assistir a Versão de 1946?

Reply
avatar
Kel
AUTHOR
9 de junho de 2012 às 18:48 delete

Olá Joao henrique

Eu já não em lembro muito bem onde vi este filme, mas penso que me emprestaram. Outra maneira, é procurar pela internet que deve ser fácil arranjar este filme para fazer download. :)
Boas leituras

Reply
avatar

Mensagens populares